quarta-feira, janeiro 30, 2013

A pequena Anne Maise...

 
 

Simplesmente assim...a história dessa pequena princesa :
 
Um dia estava eu, no setor de Tomografia na MedImagem, no qual sou funcionária , aguardando um exame de uma criança que estava internada, a ser feito com anestesia. Alguém da enfermagem colocou a pequena Anne Maise na sala pra fazer o exame CT de torax e abdome total. E como rotina, deitamos a criança na mesa, enquanto a equipe de anestesia preparava a sala, pra iniciarmos o exame. De repente, olhei pra mãezinha da Anne e ela estava tristinha, cheia de lágrimas, olhando com um amor tão grande pra pequena e não sei o porquê, achei que aquela criança era filha adotiva daquela jovem senhora.
Bom, fizemos o exame e não foi nada agradável o que visualizamos.
Ela já tinha diagnóstico de um tipo de tumor maligno "Hepatoblastoma", é um tumor raro de fígado, que acomete em geral crianças menores de 03 anos de idade. Era enorme aquele tumor, tanto que comentei com o médico que acompanhava o exame : essa criança tem um fígado no tumor e não um tumor no fígado, de tão grande que é.
 
Precisava urgentemente de um transplante hepático. Nessa época, já se encontrava em tratamento quimioterápico.
 
Ao terminar o exame, a levamos pra sala de recuperação de anestesia, pra ficar com a mãezinha dela e aproveitei o ensejo e fiz algumas perguntas, entre elas, sobre adoção e realmente ela a adotara. Ela me contou que a mãe biológica, muito nova, não teria condições psicológicas de criar a pequena Anne. Resolveu então, ficar com ela. Sabia que ela tinha algum problema, mas não sabia do que realmente se tratava, resolvendo assim proporcionar uma vida melhor e mais feliz. Correria atrás do que fosse necessário para um maior conforto pra pequena.
 
E foi assim, entre idas e vindas, conseguiu fazer o tratamento no Beneficência Portuguesa.
Abaixo é a mamãe dela, a guerreira Marilene e eu bajulando a Anne...rs

 

 
 
Procurou um Hepatologista e precisava encontrar um fígado compatível com o dela e pra nossa felicidade e da Anne, a própria MÃE ADOTIVA, foi a doadora e não houve nenhum tipo de rejeição. Deus tem seus desígnios e tudo o que Ele faz é perfeito!
 
Pra mim, aliás, pra nós, é emocionante quando lembramos desse episódio. Quantas mulheres, mães biológicas, rejeitam seu próprio filho, largando-o ao léu ou mesmo maltratando-o fisicamente ou verbalmente, deixando traumas, cicatrizes, que levarão pro resto de suas vidas. Terminando sua vida entregue às drogas, ao vício maldito...ou mesmo os abandonam nas pediatrias, por que já nascem acometidas de algum mal, de alguma doença, seja ela curável ou não.
 
Papai do Céu foi e é muito generoso com a Anne. Por ter colocado no seu caminho, esse anjo que se chama Marilene, o papai e os irmãozinhos, pra cuidarem tão bem dela.
A cada exame que ela faz, a cada consulta, a cada vinda no Hospital ( ela mora no estado da Bahia), é uma mistura de sentimentos, pois, quem já tem o diagnóstico de algum tipo de câncer, sabe que isso torna-se um fantasma. Então não é fácil ter que conviver com esse fantasma. Ela nem sabe do que está acontecendo ao seu redor, mas a mamãe e tantas outras pessoas sabem a gravidade do problema, mas tem uma torcida muito grande, muito grande mesmo, pra que ela fique curada e livre desse mal de uma vez por todas.

 
 
 
Hoje, dia 29/01/2013, a Anne foi fazer novos exames de Tomografia, para controle. E estamos aguardando com muita FÉ em Deus, que terá resultados promissores, para que a Anne possa seguir a sua caminhada, cheia de VIDA e SAÚDE, por que é assim que esperamos e é assim que queremos que seja, segundo o coração de Deus. 
Essa loira linda e simpática, é a Wilza, técnica de enfermagem, que sabe fazer a diferença no  nosso setor.
 
Vamos orar não só pela Anne, mas por tantas e tantas crianças que hoje, lutam contra o câncer, seja ele, no sangue, no cérebro, no pulmão, no rim, não importando aonde apareceu, o que realmente importa é saber que esse câncer apareceu e sumirá dessas criancinhas.
Que ao invés de brincar, de ir à escola, como tantas outras fazem, vão pro leito hospitalar ou clínicas, horas a fio tomar quimioterapia. Sabemos que o tratamento quimioterápico é pro bem deles, mas traz consigo um monte de coisas indesejáveis...enjôo, náuseas, baixa imunidade, queda do cabelinho, etc, etc.
 
Não sendo fácil pras mamães, mas deixo aqui o meu respeito por elas, meu carinho...por que são mulheres guerreiras que enfrentam qualquer situação em prol do bem-estar do seu pequeno. São fortalezas e anjos que Deus deixou aqui na terra, pra cuidarem e darem muito amor a essas criaturas indefesas e que nos ensinam muito a cada dia.
 
A Marilene deixa uma mensagem de vida pra mim, uma mensagem especial, que temos que "Amar acima de tudo! Amar além de qualquer circunstância! Enquanto a vida permitir...amar sempre e com todas as nossas forças".
 
Um abraço bem apertado pra você, que de alguma forma, está passando pela mesma situação que a Marilene e a Anne se encontram. Com um objetivo apenas...lutar pela VIDA! 

Fé e Força! Deus é contigo!!!
 
 
 

2 comentários:

  1. A pedido da Administração da Parceria Blogueiras Unidas, estamos visitando os links que constam na lista e levando todos que estão postando o banner BU, a carteirinha e o selo das turmas que pertencem, para a reedição da lista, caso não esteja assim em seu blog, pedimos providenciar e preencher o formulário no http://parceriaentreblogsdeartesanato.blogspot.com.br
    contamos com você em nossa parceria te aguardamos, pois teremos muitas surpresas, mais detalhes em nossa postagem no link acima.
    Obrigada pela atenção, fique com Deus.

    ResponderExcluir
  2. conceicao vendo tudo isso você sabe q eu fico cem palavras mas.Deus vai da resposta para cada um, este dia chegarar.....

    ResponderExcluir

Esse cantinho é só seu...Fique à vontade!!!